15.4.11

Pão Doce (Receita Original – Do norte de Portugal)


1 kg farinha
12 ovos = 11 gemas + 1 ovo inteiro
150 gr manteiga
100 g fermento de padeiro
250 dl. De água
300 gr açúcar
Pau de canela q.b.
Casca de limão q.b.
Casca de laranja q.b.
Banha de porco (1 colher de sopa)
Vinho do porto e sal q.b.

Ferve-se a agua ( um pouquinho acima da medida para ficar com o aroma das cascas) com o pau de canela, casca de limão e casca de laranja, depois de estar bem cozido, retira-se do lume, mete-se a medida certa para outro tacho (Só a agua).
 Em seguida adiciona-se o sal, o açúcar, a banha, o vinho do porto e um pouco de sumo de laranja e a manteiga, deixar ferver até derreter as gorduras.
Apaga-se o lume e reserva-se a calda.




Amassa-se o fermento num pouco de farinha e deixa-se levedar, enquanto isso batem-se os ovos, mais ou menos 20 minutos (até ficar o dobro e quase brancas).



Amassa-se a restante farinha com o fermento, junta-se a calda morna e amassa-se bem, por fim junta-se os ovos e amassa-se até a massa ficar macia e não colar aos dedos (se for preciso junta-se um pouco de farinha e vai-se amassando), cerca de 30 minutos, depois de bem amassado tendem-se os bolos, deita-se encima de um papel polvilhado com farinha e deixa-se levedar tapados e em lugar quente.





Depois de bem levedados, cozem-se e limpam-se e passa-se com manteiga por cima.







Nota: Deitar uma pequena bola da massa num copo com água, quando vier ao cimo está levedada a massa dos bolos. (
Clicar aqui : para ver como fazer bola de massa em copo de água
1 kg de farinha trigo, dá dois bolos grande.


Os Bolos típicos tem o feitio de uma rosca, mas fiz ignorando esse pormenor e  eis o resultados:



Aqui deixo a foto dos bolos tradicionais, se desejar fazer com buraco no meio, é só colocar latinhas untadas no meio (Clicar aqui : para ver como fazer buraco no Pão Doce) e levar ao forno:



13.4.11

Recheio de Rissóis de Camarão


300 grs. Camarão cozido e descascado
3 Colheres de sopa de manteiga
2 Colheres de sopa de maizena
1 Gema de ovo
Leite, sal, limão e pimenta, q.b. (quanto baste)

Cozer os camarões com piripiri e colorau para a água da cozedura ficar vermelha.
No fim de cozidos descascar os camarões e colocar novamente as cascas na água, com a varinha mágica desfazer tudo e coar muito bem a água e reservar.

Em partes mais ou menos iguais medir a água dos camarões, que reservou e o mesmo de leite, mas em quantidades reduzidas de modo a fazer molho bechamel; ou seja, com a manteiga derretida e a maizena bem incorporada e sobre o lume, sempre a mexer, deita-se a água e o leite até resultar um creme espesso.

Fora do lume, junta-se a gema de ovo desfeita num pouquito de leite, ao molho bechamel, tempera-se com sal, pimenta, sumo de limão.


Junta-se alguns camarões descascados ao creme e com os restantes, em cada rissol colocar 1 pouco de camarão em cima do creme.


NOTA:
Eu usei:
Meio litro de água dos camarões
Meio litro de leite
3 c.(sopa) de maizena
…….
Deu cerca de 76 rissois.


Massa de tender Rissóis

Mede-se 1 chávena de água para 1 chávena de farinha de trigo.

Num tacho deita-se a água, umas pedrinhas de sal e 1 colher das de sopa de margarina (eu não deitei margarina para não ficar muito mole).
Leva-se ao lume; quando a água levantar fervura, deita-se de uma só vez a farinha e vai-se mexendo com uma colher de pau até fazer uma bola, tira-se do lume (sem deixar criar crosta), em cima de uma pedra ou mesa, dá-se umas voltas, envolvendo bem, até desaparecer a farinha crua de vez.
Deixar arrefecer completamente, só depois estender.
Não precisa empregar farinha, sobre a mesa.
Rechear a gosto.