Avançar para o conteúdo principal

Creme dermatológico para peles muito secas.


Precisa-se de :

250gr Creme Nivea (uma Lata grande), Só dá com a Nivea.
10 % de Óleo ou seja 25 ml
Estes 25 ml de óleo é 15 ml de Óleo de amêndoas doces , mais 10 ml de Óleo de Rosa Mosqueta ou óleo de cocô.



 
Material, de uso permanente para o mesmo efeito:
Uma pequena panela, uma colher de plástico, um medidor (serve o usado nos xaropes).


 
Coloca-se tudo de uma vez, os óleos, e o creme da lata Nivea, vai ao lume em banho-maria por breves minutos (só o tempo necessário para incorporar bem a mistura), retira-se do lume para não evaporar a água do creme Nivea.



 
Coloca-se novamente, na lata ou boiões.


 
A lata vai ao frigorífico, para endurecer.


 Eu fiz duas latas, uma com oléo de Rosa Mosqueta e outra lata com oléo de Cocô.

As propriedades do oléo de Rosa Mosqueta:

      Devolve textura, flexibilidade e elasticidade à pele, mantendo um alto grau de hidratação:
  • corrige suavemente rugas, manchas e cicatrizes consequentes a intervenções cirúrgicas, queimaduras, acne, varicela, etc;
  • previne o envelhecimento prematuro da pele;
  • previne o aparecimento de estrias durante a gravidez.
  •  Algumas gotas deste oleo é eficaz , na picada de insectos (só o oléo).


As propriedades do Oléo de Cocô, mantém a pele macia e previne o envelhecimento precoce, clareia manchas indesejaveis.




  As vantagens de usar óleo de amêndoas doces. Por suavizar a pele e actuar como um forte hidratante, é indicado para quem tem a pele seca, desidratada ou descamada. É ainda um poderoso anti-inflamatório, com grande poder nutritivo.


Comentários

Mais vista:

Tutorial como fazer capa de livro

Resultado:

1º - Cortar o pano no tamanho do livro, deixando margens com cerca de 2 cm no cimo e em baixo, para meter a capa dentro, deixar cerca de 5 cm, de cada lado.
Começar por fazer, uma beira a todo o lado com cerca de 1 cm, (na foto abaixo, já tem a beira a toda a volta):


2º -No ponto (1º e 2º) do cimo e de baixo, virar para dentro até ás extremidades do livro, vai ficar no interior, costurado no próprio tecido, só no fim de costurado virar os pontos (3º e 4º) dos lado para dentro e só cozer ao cimo e em baixo.  Conforme fotografias:






3º Conforme a 1ª foto, enfia-se a aba do livro, levanta-se as folhas todas do livro na vertical  e vira-se a outra aba, conforme o restante pano de sobra, marca-se com um alfinete. Costurar conforme se procedeu na outra aba.


4º Enfiar ambas as abas no livro e ver, se está na medida, arrematar as linhas.
5º Retirar a capa do livro para cozer o botão , fazer o cordão de croché e bordar.

Esquema do bordado:



Esquema do segundo bordado:




Esquema da cruz…

DOCE DE DIOSPIRO

Que fazer com tantos dióspiros ou caquis? Solução: fiz doce

Ingredientes:

1 kg de diospiros
1 kg açucar
1 pau de canela

Preparação:

Lavei os diospiros e com uma faca retirei as peles e os pés.
Verti numa taça a polpa e triturei com a varinha mágica até ficar delido. Em seguida, coloquei o pau de canela e o açucar num tacho com 1 dl de água, levei ao lume até fazer ponto médio. Verti o dióspiro, na panela, mexi sempre até ficar mais espesso o doce. Verti em frascos esterilizados; como esterilizar frascos? Clicar Aqui Ficou uma delícia!

Pão Doce (Receita Original – Do norte de Portugal)

1 kg farinha 12 ovos = 11 gemas + 1 ovo inteiro 150 gr manteiga 100 g fermento de padeiro 250 dl. De água 300 gr açúcar Pau de canela q.b. Casca de limão q.b. Casca de laranja q.b. Banha de porco (1 colher de sopa) Vinho do porto e sal q.b.
Ferve-se a agua ( um pouquinho acima da medida para ficar com o aroma das cascas) com o pau de canela, casca de limão e casca de laranja, depois de estar bem cozido, retira-se do lume, mete-se a medida certa para outro tacho (Só a agua).  Em seguida adiciona-se o sal, o açúcar, a banha, o vinho do porto e um pouco de sumo de laranja e a manteiga, deixar ferver até derreter as gorduras. Apaga-se o lume e reserva-se a calda.



Amassa-se o fermento num pouco de farinha e deixa-se levedar, enquanto isso batem-se os ovos, mais ou menos 20 minutos (até ficar o dobro e quase brancas).


Amassa-se a restante farinha com o fermento, junta-se a calda morna e amassa-se bem, por fim junta-se os ovos e amassa-se até a massa ficar macia e não colar aos dedos (se fo…